Onipresente

SE SEI O QUE EU SOU

SOU VIVO, JÁ BASTA.

ALGO INEXPLICÁVEL

PALPÁVEL. DE FATO.

 

SE SEI AONDE ESTOU

ME ESCONDO, TE ILUDO.

CORTINA DE VELUDO

QUE CAI NO FIM DO ATO.

 

NADA MAIS IMPORTA

AGORA

SOU DOM QUIXOTE DE CERVANTES.

MEU TOM, TEU BOTE DE SERPENTE

NESTA HORA.

 

SE SEI PRA ONDE EU VOU

NÃO PARO NEM LIGO.

SIGO POR CAMINHOS

ESPINHOS EM QUE PISO.

 

SE SEI O QUE EU QUERO

É MERO O QUE FAÇO.

QUERO TANTO TUDO

MUDO TODO O TRAÇO.

 

NADA MAIS IMPORTA

AGORA

TEU RAIO EM MIM PARALIZANTE.

EU CAIO ASSIM TÃO DE REPENTE

NESTA HORA.

 

NADA MAIS IMPORTA

AGORA

TEU BEM, O SAL DE TODO INSTANTE.

QUE NEM O SOL ONIPRESENTE

NESTA HORA.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s