Dengo

Você falou de um amor sem fim

Meu dengo,

mas que acabou assim

Eu lembro.

Já não quero mais mexer com a paixão

Pode até ser bom, mas parte o coração

Que sofre e chora, pena e implora

Mas você se vai e outras virão.

.

Você se foi e eu nem vi,

Nem lembro.

Tudo bem, eu aprendi,

Meu dengo.

Nada era em vão com tanto querer

Era tanta paixão que dava gosto de ver

Mas tudo acaba um dia

Depois de tanta alegria

Só lembranças guardo de você.

.

Como nas torturas de dante

se nutre da carne dos amantes

Perdi, eu sei, não tenho ilusão

sem amor, não há coração.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s