Homem da cobra

Remédio pra dor de cabeça,

Cura pra mal de mulher

Não importa o que aconteça,

Ele tem o que você quer.

Pra carrapato, pra bicho de pé.

Pr’as lombrigas das crianças

Alguns dizem que ele é pajé.

Pois enche o povo de esperança.

Só sei que de tudo ele vende

Ele é pau pra toda obra

Grita tanto que ofende e

Fala mais que o homem da cobra.

.

Vá na feira ou no mercado

Que ele tem algo pra você

Recupera o teu namorado

E faz até o amor crescer.

Tem fama de milagreiro

Veio de longe, é cigano

Dizem até que é macumbeiro

Mas ele diz que é engano.

É esperto como um duende

Tudo vende e nada sobra

Grita tanto que ofende e

Fala mais que o homem da cobra.

.

No comprimido, na garapa

Ou misturado no dendê

O gosto é como um tapa

Só provando pra se ver.

Tem também uns pó estranho

Meio escuro como um rapé

Que cura inté o mal de fanho

Cheire aí, me diga como é.

A toda gente ele atende

Dá um jeito e se desdobra

Grita tanto que ofende e

Fala mais que o homem da cobra.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s