Nos dez pés de martelo Texano

Por todos os cantos que eu já andei

Desde o dia de meu nascimento

Sempre fiquei esperto e atento

Utilizando tudo o que estudei

Quando cheguei aqui me empolguei

Já faz tempo nem lembro qual ano

Até me sinto quase um veterano

Nessa terra de verso e poesia

Me encho de idéias, de fantasia

Nos dez pés de martelo Texano

 

O chão é fértil apesar de quente

E o povo é alegre e apaixonado

Pelas margens do rio Colorado

Logo se vê que aqui é diferente

No meio de todo o tipo de gente

Chinês, europeu e até indiano

Tem democrata e tem republicano

Na mais completa das diversidade

Usufruindo de sua liberdade

Nos dez pés de martelo Texano

 

A música então é uma bonança

De uma fartura maravilhosa

Na noite não tem uma alma sebosa

Que não caia no meio da dança

Se espalhando pela vizinhança

Os sons vão do santo ao profano

Agradando a gregos e a troianos

Todos os ritmos aqui se mistura

Sem preconceito e sem frescura

Nos dez pés de martelo Texano

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s